Vista Alegre inaugura agência do Banco do Povo Paulista.

16/07/2018

A Prefeitura inaugurou, no último dia 4 de julho, o posto de atendimento do Banco do Povo Paulista em Vista Alegre do Alto conquistado pelo pre­feito Luís Fiorani com o apoio de Ale­xandre Pereira, filho do de­pu­­tado Paulinho da Força, e de Carlos Gilberto Vir­­gili, co­nhecido como Fran­gão, que abriram as portas da Secre­taria do Emprego e Re­la­ções do Trabalho para o mu­­nicí­pio. A cerimônia de inau­gu­ração da unidade, instalada na Rua Teutly Cor­rea da Ro­cha, nº 352, contou com a pre­­sença do diretor executivo do Banco do Povo, Alan Cor­tez, e da diretora re­gional da Se­cretaria de Empre­go e Re­la­ções do Trabalho de Barretos, Kelly Brito Coelho, que refor­ça­ram a importância do projeto pa­ra a comunidade.

O prefeito Luís Fiorani co­me­­morou a conquista e disse que a ideia é colaborar com o de­senvolvimento da cidade e pro­mover a geração de empre­go e renda. “Por meio do Banco do Povo poderemos oferecer linhas de crédito facilitado, so­bretudo aos microem­preen­de­dores, comerciantes e pe­que­­nos produtores da cidade que precisam desse suporte para investir e cres­cer”, comen­tou Fio­rani.

Para o chefe do Executivo vista-alegrense, o bom gestor público, além de cuidar da ci­dade, também se preocupa em trazer benefícios que aten­dam aos anseios da popu­la­ção, lembrando do ditado que diz “ao invés de dar o peixe, ensine a pescar”. O Banco do Povo Paulista disponibiliza abertura de crédito para tra­ba­lhadores autônomos, em­pre­sas e cooperativas, vi­san­do promo­ver o desen­vol­vi­men­to de peque­nos negócios com a taxa de ju­ros de 0,35% ao mês.

“Negócio de pai para filho”

Foi assim que o prefeito se referiu a taxa de juros e as con­dições de pagamento do cré­di­to. Hoje, o Banco oferece a me­nor taxa de juros em todo o país. As pessoas físicas e jurídicas po­dem, respectivamente, parcelar o montante solicitado em até 24x e 36x, ambas com 0,35% ao mês. “Esse é um apoio muito importante àqueles que preten­dem começar ou investir na ampliação de um pequeno ne­gócio”, afirmou.

Os empréstimos variam de acordo com o perfil do cliente. Pessoa física pode obter em­préstimo de R$ 200 a R$ 5 mil. Já a pessoa jurídica tem crédito de até R$ 20 mil. Para as as­socia­ções e cooperativas, o má­ximo é de R$ 25 mil. Esse di­nhei­ro pode ser utilizado para aqui­sição de mercadorias, com­pra ou conserto de máqui­nas e outros equipa­mentos que fazem o empreendimento fun­cionar.

Para obter o dinheiro, é ne­cessário que o empreendedor não esteja inadimplente junto aos órgãos de proteção ao cré­dito. Além disso, precisa-se de um fiador também sem restri­ções em seu CPF, possuir uma conta corrente em qual­quer ban­co e comparecer ao local com duas cópias dos docu­mentos pessoais (para pes­soa física) ou da empresa (caso seja pessoa jurídica).

Mais informações sobre de­­mais providências e re­qui­sitos podem ser ob­tidas pelo site www.bancodopovo.sp. gov.br ou compa­re­cen­do na agência do Banco do Povo Pau­lista.